Câncer de Pele Basocelular e Espinocelular

As células da região mais profunda da epiderme são redondas e conhecidas como células basais. Cerca de 80% dos cânceres de pele se desenvolvem a partir deste tipo de célula e são denominados carcinomas basocelulares. Na maioria das vezes, o carcinoma basocelular se desenvolve na região da cabeça e pescoço.

Tratamentos do Câncer de Pele Basocelular e Espinocelular

O tratamento do câncer de pele basocelular e espinocelular depende do tamanho e localização do tumor, se está disseminado e do estado geral do paciente. Em muitos casos, uma equipe multidisciplinar, incluindo dermatologista, cirurgião e oncologista atuarão em conjunto para determinar o melhor tipo de tratamento.

As opções de tratamento do câncer de pele basocelular e espinocelular incluem: cirurgia, terapia local, quimioterapia, radioterapia e terapia alvo.

Após o diagnóstico e estadiamento do câncer de pele basocelular e espinocelular seu médico discutirá com você a melhor opção terapêutica. Dependendo dos tratamentos a serem realizados e procedimentos a serem realizados, a equipe multidisciplinar será composta por dermatologista, oncologista, cirurgião e radioterapeuta. Mas, muitos outros profissionais poderão estar envolvidos durante o tratamento, como, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, assistentes sociais e psicólogos.

É importante que todas as opções de tratamento sejam discutidas com o médico, bem como seus possíveis efeitos colaterais, para ajudar a tomar a decisão que melhor se adapte às necessidades de cada paciente.

Fonte: American Cancer Society (20/05/2016)