Sinais e Sintomas do Câncer de Pele Melanoma

Uma alteração na pele é muitas vezes o primeiro sinal de alerta do melanoma. No entanto, só pode ser confirmado por um médico. Muitas vezes, um diagnóstico preciso só pode ser feito após a retirada da lesão e do exame histopatológico.

Pintas Normais

Uma pinta normal é geralmente uniformemente colorida, como pontos marrom ou preto na pele. Ela pode ser plana ou elevada, redonda ou oval. As pintas têm geralmente menos de 6 mm de diâmetro. Algumas pintas podem ser de nascença, mas a maioria aparecem durante a infância ou na adolescência. Novas pintas que aparecem na vida adulta devem ser examinadas por um médico.

Uma pinta, após se desenvolver, permanece, normalmente, do mesmo tamanho, forma e cor durante anos. Algumas pintas podem eventualmente desaparecer.

A maioria das pessoas têm pintas, e quase todas são inofensivas. Mas, é importante reconhecer qualquer alteração numa pinta, como seu tamanho, forma ou cor, que possam sugerir que um melanoma pode estar se desenvolvendo.

 

Possíveis Sinais e Sintomas de Melanoma

O melanoma pode surgir de diferentes maneiras e em qualquer parte do corpo, inclusive em áreas não expostas ao sol, por exemplo:

  • Uma nova mancha, de forma irregular, marrom escura com áreas mais escuras ou pretas.
  • Um sinal de nascença simples que muda de cor (escurecendo), tamanho (crescendo), ou textura (tornando-se endurecida), e descasca ou sangra.
  • Uma lesão com borda irregular com área ou pontos vermelhos, brancos, azuis, cinzas ou preto-azulado.
  • Uma nova protuberância brilhante, firme, em qualquer parte do corpo.
  • Manchas escuras sob as unhas de mãos ou pés, nas palmas das mãos, plantas dos pés, ou nas membranas mucosas.

Muitas vezes, o primeiro sinal de melanoma é uma mudança no tamanho, forma ou cor de uma mancha já existente. A regra “ABCDE” pode ser usada para lembrar o que deve ser procurado:

  • Assimetria. A forma de metade da mancha não coincide com a outra metade.
  • Borda. As bordas são irregulares, entalhadas ou dentadas.
  • Cor. É muitas vezes desigual. Tons de preto, marrom e canela podem estar presentes. Áreas brancas, cinza, vermelha ou azul também podem ser vistas.
  • Diâmetro. O diâmetro maior que 6 mm.
  • Evolução. A pinta vem mudando de tamanho, forma, cor, aparência, ou se desenvolve em uma área de pele previamente normal.

Outros sinais de alerta são:

  • Uma ferida que não cicatriza.
  • Expansão do pigmento de uma mancha na pele.
  • Vermelhidão ou inchaço.
  • Coceira, sensibilidade ou dor.
  • Mudança na superfície da pinta.

Alguns melanomas não se enquadram nas regras acima descritas, por isso é importante informar ao médico quaisquer alterações em lesões de pele ou novas lesões de aparência diferente do restante das pintas existentes.

Fonte: American Cancer Society (27/04/2015)