Quais são os tratamentos disponíveis para o Carcinoma Basocelular?

O câncer de pele basocelular raramente se dissemina para outras partes do corpo, embora possa se desenvolver em tecidos adjacentes se não for tratado. Várias técnicas de tratamento podem ser utilizadas para remover ou destruir estes tumores. A escolha do tipo de tratamento pode depender de fatores, como tamanho do tumor, localização, idade do paciente e estado de saúde geral.

Os tratamentos disponíveis para o tratamento do carcinoma basocelular são:

Curetagem e Eletrodissecação

Comumente utilizado para carcinomas de células basais menores do que 1 cm de diâmetro.

Excisão Simples

A excisão simples é muitas vezes usada para remover os carcinomas de células basais, juntamente com uma margem de pele normal.

Cirurgia Micrográfica de Mohs

A cirurgia de Mohs tem a melhor taxa de cura para o carcinoma basocelular. É especialmente útil no tratamento de tumores grandes; tumores com bordas não bem definidas; tumores em locais como, nariz, olhos, orelhas, testa, couro cabeludo, dedos e área genital; e, tumores recidivados.

Radioterapia

A radioterapia é muitas vezes uma boa opção para o tratamento de pacientes mais velhos e para tumores localizados nas pálpebras, nariz ou orelhas, áreas que podem ser difíceis de tratar cirurgicamente.

Modificadores da Resposta do Sistema Imunológico, Terapia Fotodinâmica ou Quimioterapia Tópica

Estes tratamentos são muitas vezes considerados como opções para o tratamento de tumores muito superficiais. Após a realização desses tratamentos, é necessário um acompanhamento médico porque essas terapias não destroem células cancerígenas mais profundas.

Criocirurgia

A criocirurgia pode ser usada para alguns carcinomas basocelulares pequenos, mas não é recomendada para tumores maiores ou localizados em regiões, como nariz, orelhas, pálpebras, couro cabeludo ou pernas.