O que é Melanoma Metastático?

Quando você recebe a notícia de que tem melanoma metastático, pode ser difícil aceitar isso. Uma vez que você entenda a condição, no entanto, você pode se sentir mais preparado para assumir o fato e enfrentá-lo.

“Metástase” significa que o melanoma, um tipo de câncer de pele, se disseminou para uma ou mais partes do seu corpo. Embora os médicos não possam curá-lo,  podem sim tratá-lo.

O câncer de pele melanoma começa nas células que produzem a melanina, o pigmento que dá cor à sua pele. O melanoma pode se disseminar para qualquer lugar no corpo, mas primeiro invade os nódulos linfáticos, próximo ao local onde se formou.

A partir daí pode chegar a órgãos distantes como fígado, cérebro, pulmões e ossos, bem como outras áreas da pele, incluindo lugares longe de onde tudo começou, que é denominado sítio primário.

Você também pode ouvir os termos melanoma avançado ou melanoma estágio IV.

O que esperar?

Cada pessoa e caso são diferentes. Seu médico pode lhe dar uma ideia do que você pode esperar, baseado na localização da doença, quanto se disseminou, e quão rápido está se disseminando.

Com os tratamentos e apoio, as pessoas com a doença estão vivendo mais e melhor. Recentemente foram aprovados vários medicamentos, o primeiro a mais de uma década. Pesquisadores também estão trabalhando e investigando novos medicamentos.

Causas

Os raios ultravioleta (UV) provenientes do sol são a principal causa. Luz artificial (por exemplo, de câmaras de bronzeamento artificial) também podem provocar a doença. A radiação UV danifica o DNA nas células da pele, levando-os a multiplicar-se rapidamente e a se tornarem câncer.

O melanoma pode aparecer após intensa exposição aos raios UV, (queimaduras pelo sol) especialmente em pessoas cujos genes os colocam em risco para a doença. Mas também pode acontecer devido à exposição UV diária, sem que provoque queimaduras, por longos períodos de tempo.

Quem está em risco?

Qualquer pessoa pode ter melanoma, incluindo pessoas com pele escura. Mas é mais provável se você é branco, especialmente se tem cabelo e olhos claros.

Você tem uma chance maior de ter melanoma se:

  • Já teve bolhas de queimaduras, especialmente quando criança ou adolescente.

  • Você tem várias pintas grandes ou muitas pequenas espalhadas pelo corpo.

  • Pintas ou manchas incomuns na família.

  • Você ou alguém da sua família já teve algum tipo de câncer de pele.

  • Seu sistema imunológico está fraco.

Quais partes do corpo afeta?

O melanoma é frequentemente encontrado no abdome, atrás da cabeça ou pescoço nos homens e nos braços e pernas nas mulheres. Mas pode aparecer em qualquer lugar na pele, incluindo locais que você não espera, como as palmas das mãos, unhas, plantas dos pés, couro cabeludo e até mesmo nos órgãos genitais.

Sinais e Sintomas

Os sinais e sintomas do melanoma se parecem com pintas e podem originar-se delas. A maioria são pretas ou marrons, mas também podem ser da cor da pele, rosa, vermelho, roxo, azul ou branco.

Às vezes uma mudança de uma verruga ou pinta já existente ou da pele normal é o primeiro sinal de alerta do melanoma avançado. Outros sintomas dependem para onde o câncer se disseminou:

  • Gânglios linfáticos. Eles podem estar endurecidos, inchados e doloridos.

  • Pele. Você pode notar nódulos endurecidos sob sua pele.

  • Pulmões. Você pode sentir falta de ar ou apresentar tosse que não melhora.

  • Fígado. Você pode sentir dor no lado direito do abdome (abaixo da costela direita) ou perder a fome.

  • Ossos. Você pode sentir dor em seus ossos.

  • Cérebro. Sinais de alerta podem incluir dor de cabeça que não alivia, fraqueza ou dormência em braços ou pernas, convulsões e alterações de personalidade ou humor.

Outros sintomas podem incluir perda de peso inesperada e sensação de cansaço e mal estar geral.

Todos estes sintomas podem ser causados por outras condições e doenças, por isso é importante consultar o seu médico para descobrir o que está acontecendo.

Você precisará realizar exames para fazer o diagnóstico de melanoma metastático. Uma vez diagnosticado seu médico imediatamente discutirá com você sobre quais as melhores opções de tratamento para o seu caso.

Recebendo Apoio

Se você tiver melanoma, permita-se receber ajuda de seus familiares e amigos. Deixe-os saber o que eles podem fazer por você.

Também ajuda ter alguém para você conversar sobre o que está passando. Pergunte ao seu médico sobre pessoas que trabalham com orientações sobre a doença.

Você também pode participar de grupos de apoio, onde você pode compartilhar com outras pessoas que estão passando pelo mesmo que você e estão enfrentando os mesmos desafios.

O site do Instituto Oncoguia tem informações sobre melanoma, diagnóstico e tratamentos, assim como depoimentos de pessoas que vivem uma vida plena com a doença.