Detecção Precoce do Câncer de Pele Basocelular e Espinocelular

A detecção precoce do câncer de pele basocelular e espinocelular aumenta a chance de sucesso do tratamento.

Autoexame da Pele

O autoexame regular da pele permite a detecção precoce do câncer de pele, e deve ser realizado em frente a um espelho numa sala iluminada. É importante conhecer o padrão de pintas, manchas, sardas, e outras marcas na pele para que você detecte novas pintas ou alterações nas já existentes.

Todas as áreas devem ser examinadas, incluindo palmas das mãos e plantas dos pés, couro cabeludo, orelhas, unhas e as costas. Um familiar pode ajudá-lo, especialmente naquelas áreas difíceis de serem visualizadas, como o couro cabeludo e costas.

As pintas novas ou qualquer alteração em pintas já existentes, que surgirem após essa fase, devem ser avaliadas por um médico. E lembre-se de solicitar ao seu médico para examinar as áreas de difícil acesso.

Qualquer ferida que não cicatriza, nódulo, defeito ou alteração na forma de uma área da pele pode ser um sinal de câncer de pele ou um aviso de algo que poderá ocorrer. A área pode se tornar vermelha, inchada, escamosa, rígida ou com infiltração ou hemorragia. A pele pode coçar, formar um edema ou começar a doer.

Os tumores de pele basocelular e espinocelular podem ser vistos como uma grande variedade de sinais na pele. Os principais sinais de alerta são novos crescimentos na pele, pinta que aumenta o tamanho ou ferida que não cicatriza após várias semanas. Para mais informações sobre o que procurar acesse nossa sessão de Sinais e Sintomas do Câncer de Pele Basocelular e Espinocelular.

Exame da Pele pelo Médico

Como parte de um exame de rotina relacionado ao câncer, seu médico deve examinar sua pele cuidadosamente.

Exames regulares da pele são, especialmente, importantes para as pessoas que têm um risco aumentado para câncer de pele basocelular e espinocelular ou outros tipos de câncer de pele, como pacientes com imunidade reduzida, por exemplo, aquelas que fizeram transplante de órgãos ou pessoas com xeroderma pigmentosa. Converse com seu médico sobre a periodicidade dos exames de pele.