Como reconhecer um carcinoma espinocelular

O carcinoma espinocelular ou epidermóide (CEC) é o segundo tipo mais comum de câncer de pele (20% dos casos). É mais comum nas áreas expostas cronicamente ao sol, como couro cabeludo, orelha, pescoço e mãos.  Pode ocorrer também nos lábios e genitais.  Ocorre principalmente à partir dos 50- 60 anos, com maior frequência no sexo masculino. Ele é mais agressivo e de crescimento mais rápido que o carcinoma basocelular, podendo atingir outros órgãos (metastases), caso não seja diagnosticado e tratado preococemente.

Aprenda a reconhecer um carcinoma espinocelular:

  1. Lesão avermelhada vegetante.
  2. Ferida que não cicatriza.
  3. Nódulo avermelhado com casca dura e amarelada.
  4. Pode surgir em lábios.

Se encontrar uma lesão suspeita não espere, agende uma consulta com seu dermatologista. O diagnóstico precoce é o melhor caminho para o tratamento adequado.

Quem escreve?

Dra. Fabíola de Paula Pereira Takiuti
Médico Dermatologista
CRM-SP 119.874 RQE 40586

As opiniões contidas nos artigos assinados pelos colunistas refletem unicamente a opinião do autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.