Câncer de PeleCarcinoma Espinocelular

Pele é o órgão mais afetado por câncer. Conheça os diferentes tipos

By setembro 3, 2020 No Comments

O câncer de pele é o mais frequente na população. No Brasil, ele representa cerca de 30% de todos os tumores diagnosticados anualmente, segundo o INCA, e em 2020, cerca de 176.930 novos casos deverão ser registrados no país. Na maioria dos casos, o diagnóstico precoce é a chave para um bom prognóstico da doença. Ou seja, quando detectado inicialmente, há grandes chances de cura.

Câncer de pele é tudo igual?

Não! Existem vários tipos de câncer de pele, entre eles, três mais frequentes. Vamos conhecer um pouquinho das suas características e diferenças?

  • Carcinoma basocelular: é o tipo mais comum e corresponde a cerca de 80% dos casos. Normalmente, este tipo de câncer acomete áreas da pele expostas ao sol, principalmente na cabeça e no pescoço. Os tumores basocelulares crescem lentamente e é raro se disseminarem para outras área do corpo. 
  • Carcinoma espinocelular: corresponde a quase 20% dos casos de câncer de pele e se originam na camada mais superficial da pele. O espinocelular acomete áreas expostas ao sol, mas também pode surgir a partir de cicatrizes ou feridas crônicas em outras regiões do corpo e, com menor frequência, podem acometer a pele dos órgãos genitais. Este tipo de carcinoma raramente se dissemina para camadas mais profundas da pele ou para outros órgãos, embora possa acontecer.
  • Melanoma: o melanoma é o tipo de tumor de pele que ocorre com menor frequência, cerca de 3% do total dos casos, no entanto, é o tipo mais grave. Ele se origina em camadas mais profundas da pele, nos melanócitos, e apresenta alta capacidade de se disseminar para outros órgãos se não for tratado corretamente.

Outros tipos menos comuns

Além destes, existem ainda outros tipos de câncer de pele que ocorrem com menor frequência e, juntos, somam cerca de 1% do total de casos da doença. Apenas para conhecimento, são eles: câncer de pele de células Merkel, sarcoma de Kaposi, linfoma de pele, tumores anexiais de pele e sarcomas.

Conhecer os diferentes tipos de câncer de pele é muito importante, pois ajuda a tranquilizar e preparar os pacientes para cuidarem melhor da sua pele após um diagnóstico de câncer. Fale com seu médico e entenda qual o seu caso!

Deixe seu comentário